Home » Monte Roraima – Lenda do trekking – por Desviantes
Dicas de Viagem Nacionais

Monte Roraima – Lenda do trekking – por Desviantes

Localizado na tríplice fronteira entre o Brasil, a Venezuela e a Guiana, o Monte Roraima é um verdadeiro fenômeno da natureza e o cenário é simplesmente fascinante – trata-se do sétimo ponto mais alto do país (são 2.875 metros de altitude e quinze quilômetros de comprimento), uma das montanhas mais primitivas do mundo e ainda conta com paisagens extremamente impressionantes que podem ser vistas ao alcançar seu cume, como rios, cachoeiras, esculturas rochosas, vales e até fauna e flora próprias. Uma viagem para o Monte Roraima é uma experiência única e inesquecível, principalmente para quem curte muita aventura entre lindas paisagens naturais – confira aqui muitos mais motivos de como o destino se tornou uma lenda no mundo do trekking e o porquê de ser um dos lugares mais majestosos que você irá conhecer!

Subir uma das montanhas mais antigas do mundo

O Monte Roraima possui um tepui (montanhas de mesa plana) tão antigo – é estimado ter surgido há dois bilhões de anos atrás – que é considerado uma espécie de elo perdido. Inclusive, é possível testemunhar toda sua dimensão e o poder do tempo através das fendas, abismos e outras formações rochosas que são encontra em seu platô e foram formados pela ação do vento e das chuvas ao longo dos milênios.Na trilha do Monte Roraima para o Rio Tek (1)

Visitar o topo de uma montanha que faz divisa com 3 países

O Monte Roraima é tão imenso que chega a abranger três diferentes países da América do Sul, sendo eles o Brasil, a Venezuela e Guiana. Em seu tepui, existe até mesmo um marco piramidal com o nome de cada país apontando para suas respectivas direções e que demarca o limite da tríplice fronteira.Tepui do Monte Roraima

Conhecer a cultura dos povos da região

Por ser um dos locais mais antigos do mundo, existem várias comunidades indígenas que habitam a região do Monte Roraima e sua circunvizinhança. Para quem tiver interesse em conhecer a cultura dos diferentes povos, é possível visitar a terra indígena Raposa Serra do Sol, que fica ao pé do Monte, observar como os índios vivem e entrar em total contato com essa natureza ainda praticamente intocada.

Veja também:  Trekking? Conheça 5 destinos incríveis no Brasil

Desafiar o corpo e um trekking de pelo menos 6 dias

Para quem curte trekking, o Monte Roraima será uma verdadeira aventura que você jamais irá esquecer. Apesar de desafiador, sendo um percurso de quase 80 quilômetros (ida e volta) que deve durar no mínimo seis dias, além de estar localizado em uma região remota da América do Sul, a recompensa será tão grande que fará todo o esforço físico valer a pena – você se deparará com cenários que parecem de outro planeta, poderá admirar uma das vistas panorâmicas mais incríveis do mundo e ainda sentirá a sensação de missão cumprida ao finalizar esse desafio inesquecível!

Ver o Vale dos Cristais

O lugar é exatamente o que seu nome sugere: é literalmente um vale coberto por cristais de quartzo onde você irá se encantar ao ver formações de pequenas esculturas pontiagudas de cristal de curiosos formatos que se destacam entre os abismos e fendas. Trata-se de uma das atrações mais exóticas e impressionantes do Monte Roraima!Cristais - Topo do Monte Roraima (5)

Nadar nas águas de suas “jacuzzis”

Um dos atrativos mais bonitos do Monte Roraima se trata de um local com um conjunto de poços naturais de águas extremamente cristalinas e de tons levemente amarelados, o que se deve à presença das rochas, sedimentos e cristais de quartzos que se encontram ao fundo dessas piscinas (que, assim como seu nome sugere, se parecem com Jacuzzis). Apesar de terem águas geladas, são perfeitas para banhos refrescantes e relaxantes.Jacuzzis

Fazer passeios em cavernas subterrâneas

Entre tantas atrações impressionantes que existem no Monte Roraima, as cavernas subterrâneas são, sem dúvida alguma, um dos passeios que não podem faltar na sua viagem. Entre a mais famosa e incrível delas está o El Fosso, uma espécie de buraco que leva à uma pequena caverna subterrânea formada por piscinas naturais, quedas d’água e galerias com fascinantes formações rochosas – é um lugar realmente de tirar o fôlego! Você pode inclusive nadar nas piscinas, que possuem águas cristalinas e geladas, mas, para isso, é necessário fazer uma trilha por dentro do buraco e descer pelas colunas dessas galerias subterrâneas que sustentam toda a sua estrutura.

Veja também:  Trekking? Conheça 5 destinos incríveis no Brasil

Grupo no Ponto Triplo

Sentir a forte energia na região do Lago Gladys

Segundo místicos e sensitivos, o Lago Gladys – nome que ganhou em homenagem ao lago citado no livro “O Mundo Perdido”, inspirado no Monte Roraima e escrito por Arthur Conan Doyle – é um local de grande energia – não é à toa que é considerado um dos pontos mais esotéricos e misteriosos da região, e só quem visita sabe realmente como é a sensação e a energia que fizeram deste uma das maiores atrações de lá. Não é possível nadar em suas águas, uma vez que o lago fica rodeado por diversas rochas, mas a paisagem que se tem é tão espetacular que vale a pena a visita apenas para contemplação.Lago Gladys

Artigo escrito por Desviantes 

 

Cadastre-se em nossa Newsletter e receba dicas exclusivas:

 

Somos Hurb, a agência de viagens online que valoriza o que é mais importante: Você!

 

 

Cadastre-se

Receba Dicas de Roteiros Nacionais e Internacionais do Brasil e do Mundo.

Você vai se interessar…

Comprar Passagem de Ônibus